Equipas Nacionais do CNE reunidas na Quinta do Escuteiro

O Encontro das Equipas Nacionais (EEN) do CNE decorreu nos dias 1,2 e 3 de outubro, com cerca de 80 elementos presentes na Quinta do Escuteiro, na Batalha, sob o tema “Projeto Bolota”, um projeto que está a ser desenvolvido pelo CNE.

Tudo começou com um quebra-gelo onde o Chefe Nacional, Ivo Faria, desafiou os participantes a juntarem-se por meses de nascimentos e assim formarem as primeiras equipas deste encontro. Logo após esta dinâmica começou o primeiro plenário com o Chefe Nacional Adjunto, Paulo Pinto, sobre o “Projeto Bolota”, explicando os quatro pilares do projeto, bem como a forma como devemos comunicar o CNE à nossa comunidade, propondo assim às equipas a preparação de uma apresentação de um minuto e meio sobre o CNE a pessoas não escuteiras.

Apresentações feitas, deu-se início ao segundo plenário do dia, Parcerias e Financiamentos tendo como oradoras a Joana Bacelar e a Susana Costa, que mostraram como é que as equipas podem fazer parcerias com empresas externas ao CNE, assim como, candidaturas a fundos existentes, como por exemplo, Erasmus+. A manhã de sábado fechou com chaves de ouro, com a apresentação de um vídeo sobre a comunicação interna do CNE e as suas rede sociais, a equipa organizadora propôs aos participantes de se juntassem nas equipas pensadas para o evento e aceitassem o desafio lançado pela Susana Santos, Coordenadora da Comunicação de CNE e pela Marília Freitas, Coordenadora das Redes Sociais do CNE, de criarem um conjunto de sugestões de temas a serem publicados nas redes sociais do CNE.

Durante a tarde o Chefe Nacional falou aos participantes sobre liderança onde todos juntos concluíram que as coisas bem ou mal feitas dão sempre “cenas fascinantes”, pois existe sempre a oportunidade de aprender e crescer com elas quer seja pelo que se fez bem quer seja através do erro. O último plenário do dia foi apresentado pelo Chefe Miguel Salgado, onde falou sobre algumas estatísticas do reconhecimento que é feito no CNE.

No final do dia houve a eucaristia celebrada pelo Assistente Nacional Pe. Luís Marinho, seguido de jantar e fogo de conselho, onde cada equipa apresentou uma dinâmica.  Domingo chegou com chuva, mas o encontro continuou…As equipas apresentaram o guia prático para as equipas onde consta como uma equipa deve trabalhar. Este guia será compilado e partilhado nas equipas nacionais. Seguiu-se o encerramento do encontro onde o Chefe Nacional, referiu a importância e o papel das Equipa Nacionais do CNE e que o nível nacional não se faz só de uma Junta Central, mas sim com este trabalho conjunto.

Texto e fotografia: Matilde Gonçalves

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *