Estes últimos meses ficaram marcados pelo regresso aos hábitos escutistas. Novos tempos exigem novas dinâmicas e comportamentos. Assim fez o Agrupamento 479 Alfena para conseguir regressar às atividades presenciais

O agrupamento 479 Alfena teve, tal como muitos outros,
de se adaptar à nova realidade, fazendo várias mudanças .
No espaço físico da Sede, foram muitas as alterações: Foi criada uma sala de isolamento, foram decididos períodos mais frequentes de desinfeção das instalações e as atividades recorrerão ao ar-livre. No início de cada atividade, os elementos contaram com a medição de temperatura corporal e o preenchimento de um inquérito individual. O uso de máscara, a lavagem e desinfeção das mãos foi realizadas ao longo de cada atividade. Também o distanciamento social está definido como uma das prioridades. A participação nas atividades presenciais foi facultativa.
O Clã deste agrupamento foi a equipa pioneira no teste das condições implementadas. A tribo realizou um acampamento no espaço verde da sede. A segurança esteve sempre em primeiro plano: uma tenda por elemento, todo o material usado em atividade era único e intransmissível e as novas diretivas do Agrupamento foram postas à prova. Seguiram-se depois várias equipas que tiveram um reforço de elementos adultos, para atender à necessidade de garantir o cumprimento das normas de higiene e segurança.
Todos os adultos do agrupamento estiveram ainda envolvidos nas equipas de acolhimento das eucaristias dominicais.
O culminar deste ano escutista foram as Promessas de Lobitos, Exploradores e Pioneiros na igreja Matriz de Alfena, que deu segurança ao agrupamento com distanciamento e regras sociais.
Foram dias repletos de boas recordações, voltaram a escrever mais um lindo e memorável capítulo da história do seu Agrupamento 479 Alfena com o aniversário, vigílias e Promessas.
Mesmo em tempos controversos o seu ideal Escutista fê-los reinventar a fórmula de vivermos o Escutismo.
No final o mais importante é que continuem juntos nesta jornada de fraternidade.

Texto de: Agrupamento 479 Alfena. Fotografia de: Agrupamento 479 Alfena.

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Caminheiros em preparação de atividade

Agr 1041 continua a viver o Escutismo

Foi no Verão que foi levantada, em quase todo o país, a suspensão das atividades semanais dos agrupamentos. Foram muitos os que quiseram retomar as atividades de imediato, com as devidas restrições. Um desses agrupamentos foi o 1041 Caranguejeira

Agrupamento 551 Cepões.

A sensação de renascimento do Agr. 551

Após um período de confinamento, é sempre difícil retomar o ritmo e as rotinas de antes. Não só porque, sem querer, a falta de atividades nos afastou, mas também porque o vírus ainda não desapareceu e o risco continua a ser enorme.