Foi em junho que a Direção do Agr.420 Nazaré ficou a conhecer os documentos orientadores para o regresso presencial. A partir desse momento, puseram mãos à obra para que se pudessem estar juntos.

No início do mês de junho, em reunião, a Direção do agrupamento 420 Nazaré ficou a conhecer os documentos orientadores destinados a cada grupo, nomeadamente, o documento com a tabela de verificação de atuação para a Direção de Agrupamento e equipas de animação, bem como os cuidados e procedimentos a desenvolver. A partir desse momento foram distribuídas tarefas pelas equipas de animação (em constante atualização) e manutenção de informação e materiais como: Kits individuais, géis, luvas, mascaras, etc…
Decidiram então que as secções regressariam às atividades separadamente, cumprindo o distanciamento obrigatório e com a regra do “grupo de 10 pessoas”. Para garantir, assim, o regresso tranquilo e em seguranças das crianças, jovens e adultos
tOutro aspeto que beneficiou o regresso às atividades presenciais foi a localização da sede do agrupamento uma vez que, se localiza perto de uma mata, a Mata da Nazaré e permitiu assim que as atividades fossem ao ar livre.

Para concluir todo este processo de regresso, a passagem de conhecimentos e preparação final para o período pós-confinamento realizaram um grande jogo, na plataforma Kahoot, com o tema “regresso às atividades presenciais – medidas de proteção em sede e ao ar livre”.

Texto de: Agrupamento 420 Nazaré. Fotografia de: Agrupamento 420 Nazaré.

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Caminheiros em preparação de atividade

Agr 1041 continua a viver o Escutismo

Foi no Verão que foi levantada, em quase todo o país, a suspensão das atividades semanais dos agrupamentos. Foram muitos os que quiseram retomar as atividades de imediato, com as devidas restrições. Um desses agrupamentos foi o 1041 Caranguejeira

Acampamento clã - agrupamento 479 Alfena

Agr 479 e a fórmula de viver o Escutismo.

Estes últimos meses ficaram marcados pelo regresso aos hábitos escutistas. Novos tempos exigem novas dinâmicas e comportamentos. Assim fez o Agrupamento 479 Alfena para conseguir regressar às atividades presenciais

Agrupamento 551 Cepões.

A sensação de renascimento do Agr. 551

Após um período de confinamento, é sempre difícil retomar o ritmo e as rotinas de antes. Não só porque, sem querer, a falta de atividades nos afastou, mas também porque o vírus ainda não desapareceu e o risco continua a ser enorme.