Caminheiros de todo o país, Representantes das várias Regiões do CNE, viveram o 2º Encontro do 8º Ciclo do Cenáculo Nacional, na Região de PCB.

Foi nos dias 26, 27 e 28 de Fevereiro que, em Abrantes, na Região de Portalegre e Castelo Branco, decorreu o 2º Encontro do 8º Ciclo do Cenáculo Nacional. Na abertura do Encontro, 49 Representantes de várias Regiões e Núcleos de todo o país atravessaram o armário e entraram em Nárnia, um mundo imaginário onde se viveu a vontade de “Ser Visionário”.

Este Encontro deu seguimento à temática fundamental do 8º Ciclo – os 8 Objectivos de Desenvolvimento do Milénio (ODM). O desafio há muito que havia sido assumido como compromisso de todos no 1º Encontro, traduzido na Carta de Cenáculo. Neste 2º Encontro compreendemos melhor os ODM e enquadramo-los na nossa condição de Escuteiros e de jovens Católicos. Para tal, contamos com a ajuda do João Sousa, dirigente do CNE, que nos levou a pensar sobre de que forma cada um de nós como indivíduo e como Escuteiro do CNE pode contribuir para alcançarmos os ODM. Contamos ainda com o apoio da Margarida Alvim, da Fundação Evangelização e Culturas que nos apresentou o compromisso que nós, enquanto Católicos, devemos ter para com estes Objectivos Globais.
Pudemos ainda contar com a presença do Bruno Neto, do Projecto “Pobreza Zero”, que nos deu a conhecer este projecto e nos levou a perceber melhor o 1º ODM – Erradicar a fome e a pobreza extrema. Contámos ainda com a presença de Madalena Martins, da Quercus, que nos deu a conhecer melhor o 7º ODM (Garantir a Sustentabilidade Ambiental), apresentado acções concretas já realizadas ou em decurso, e com a presença da Enfermeira Paula Alexandra, da Unidade de Obstetrícia do Hospital de Abrantes, que abordou o 3º ODM (Igualdade de Géneros).

Depois destas formações e dinâmicas para “esmiuçar” os ODM, os Representantes, em grupos de trabalho, aceitaram o desafio e lançaram-se na elaboração de projectos ou acções concretas e realizáveis no âmbito dos ODM. Surgiram ideias muito interessantes que continuarão a ser desenvolvidas até poderem ser aplicáveis.

Este 2º Encontro representa uma fase crucial do Ciclo, quando os Representantes, divididos em grupos de trabalho, estão em pleno desenvolvimento dos seus projectos e quando entramos na fase dos Cenáculos Regionais de Núcleo, pois são estes que dão mais significado à dinâmica Cenáculo, permitindo chegar a todos os Caminheiros e Companheiros do país. Os Representantes partiram deste Encontro com o desafio de levar o Cenáculo a todos os Caminheiros e Companheiros e de voltar no Encontro Aberto para terminar o que foi começado no 1º Encontro.

Texto e Fotografia: Equipa Projecto 8º Ciclo do Cenáculo Nacional

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


O período de verificação do reCAPTCHA expirou. Por favor recarregue a página.

Website protegido por reCAPTCHA. Aplica-se a Política de Privacidade e os Termos de Serviço da Google.

A 13 de maio na Cova da Iria…

Celebra-se hoje, 13 de maio, a primeira aparição de Nossa Senhora de Fátima aos pastorinhos, que aconteceu neste dia em 1917 na Cova da Iria.