Um grupo de escuteiros do Luxemburgo, em conjunto com uma representação do CNE, levou o RaYde 100 além-fronteiras.

Os escuteiros de ambos os países fizeram 40 quilómetros a pé, entre estrada e floresta, cumprindo as linhas e objetivos do RaYde 100 e transportaram a Luz da Paz de Belém.

A equipa representante do Rayde 100, juntamente com o agrupamento local, o Agrupamento de Escuteiros de Santo Afonso, integrou ainda a procissão de Nossa Senhora de Fátima em Wiltz, no norte do Luxemburgo. Ao todo, vinte mil peregrinos participaram na procissão.

No final, os escuteiros locais receberam do Chefe Nacional, Ivo Faria, um azulejo do Corpo Nacional de Escutas e a insígnia de Maria.

O RaYde 100 insere-se nas cerimónias comemorativas do centenário do caminheirismo e dá a possibilidade a todos os agrupamentos do CNE de participarem nesta grande atividade nacional, partindo do ponto mais alto de Portugal continental e “desaguando” em Aveiro, aquando do início do Rover 100, o acampamento nacional de Caminheiro/Companheiros/Aeronautas.

Texto de: Equipa RaYde 100. Fotografia de: Paula Martins.

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Dia Mundial do Escutismo

Hoje, dia 23 de abril, celebra-se o Dia de São Jorge, Patrono Mundial do Escutismo. O Dia de São Jorge, patrono dos escuteiros, será celebrado