Simpósio Entre Linhas: Uma oportunidade de diálogo e conhecimento

O Simpósio «Lugares da afetividade e da sexualidade na configuração da identidade pessoal» realiza-se já no próximo fim-de-semana e as inscrições foram alargadas até ao dia 24 de janeiro.

O auditório da Escola Superior Agrária recebe no próximo fim-de-semana, 28 e 29 de janeiro, o Simpósio do projeto Entrelinhas, designado «Lugares da afetividade e da sexualidade na configuração da identidade pessoal». Esta iniciativa do Corpo Nacional de Escutas (CNE), pretende promover a criação de espaços de diálogo e partilha nos contextos social, escutista, eclesial e académico, que ajudarão a identificar os diversos lugares da afetividade e sexualidade na configuração da identidade pessoal.

A participação no Simpósio é aberta ao público em geral, inclusive a pessoas externas ao movimento escutista, tendo um custo de dez euros por participante. As inscrições foram prolongadas até ao dia 24 de janeiro, terça-feira. Mais informações sobre o processo de inscrição, alimentação e alojamento estão disponíveis na circular 01-AN-2023, disponível neste link.

Como oradores do Simpósio estarão Susana Sá, Carlos Costa, Américo Pereira, Maria Manuel Vieira, Sandra Ribeiro, João Barbosa de Melo, Juan Ambrosio, João Duque, Miguel Vale Almeida, Inês Espada Vieira e Jorge Teixeira da Cunha. Na totalidade, serão dez oradores especialistas de dez diferentes áreas do saber. Com esta iniciativa, o CNE pretende aprofundar uma das áreas de desenvolvimento do seu Programa Educativo, abrindo ainda espaço no Simpósio para workshops de concretização pedagógica no escutismo, na escola, na catequese e na família. O programa está disponível neste link.

Com o apoio da Fundação Porticus, e em parceria com outras instituições, como a Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa, o Secretariado Nacional da Educação Cristã o Movimiento Scout Católico e a Conferência Internacional Católica do Escutismo – Região Europa Mediterrâneo, o Entre Linhas pretende capacitar os seus dirigentes para pensarem e agirem, no contexto da educação, sobre a afetividade e sexualidade humanas, num trabalho cada vez mais consciente e profundo de transformação social e aprofundamento da fé cristã entre os jovens.

Texto: Cláudia Xavier

Fotografia: Gonçalo Pinto

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Website protegido por reCAPTCHA. Aplica-se a Política de Privacidade e os Termos de Serviço da Google.