Escuteiros do Agrupamento 699, Miratejo viajaram até Londres em busca essência do escutismo.

Os Pioneiros do Agrupamento 699 Miratejo, Região de Setúbal, realizaram ao longo das férias de Carnaval uma atividade a Londres, Inglaterra. Esta viagem teve como objetivo estarmos mais próximos do escutismo.

Assim sendo, fomos ao local mais importante para qualquer escuteiro, à Ilha de Brownsea, onde tudo começou. A visita à Ilha não só nos permitiu conhecer os locais mais importantes do primeiro acampamento, como também toda a história que envolvia esta, o que fez com que percebêssemos o porquê de ele ter escolhido aquela ilha e não outra.

Um desafio a que a comunidade se propôs desde início foi a acampar. Assim foi possível realizar esse objetivo no Gillwell Park, um campo escutista internacional, que junta escuteiros de todo o mundo que têm o mesmo sonho que nós tendo sido possível realizar intercâmbio com outros escuteiros.

Ao longo dos outros dias aproveitamos para conhecer a famosa cidade de Londres e ver toda a magia de diferentes perspetivas desta cidade. Tivemos a oportunidade de visitar a Madame Tussauds, London Eye, o palácio de Buckingham, o Big Ben, entre muitos outros sítios.

Depois de tanta aventura regressamos com o coração cheio de felicidade, fruto de uma experiência inesquecível por conhecer o local onde tudo começou. Partilhamos alegria uns com os outros o que nos marcou para sempre.

Texto e fotografia de: Comunidade XIV, Agrupamento 699, Miratejo.

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Caminheiros em preparação de atividade

Agr 1041 continua a viver o Escutismo

Foi no Verão que foi levantada, em quase todo o país, a suspensão das atividades semanais dos agrupamentos. Foram muitos os que quiseram retomar as atividades de imediato, com as devidas restrições. Um desses agrupamentos foi o 1041 Caranguejeira

Acampamento clã - agrupamento 479 Alfena

Agr 479 e a fórmula de viver o Escutismo.

Estes últimos meses ficaram marcados pelo regresso aos hábitos escutistas. Novos tempos exigem novas dinâmicas e comportamentos. Assim fez o Agrupamento 479 Alfena para conseguir regressar às atividades presenciais

Agrupamento 551 Cepões.

A sensação de renascimento do Agr. 551

Após um período de confinamento, é sempre difícil retomar o ritmo e as rotinas de antes. Não só porque, sem querer, a falta de atividades nos afastou, mas também porque o vírus ainda não desapareceu e o risco continua a ser enorme.